Filme da Semana | A Bruxa + Apresentação

Compartilhe

Fala meus queridos, mais uma coluna nova aqui no blog. Depois da Coisas que descobri, que inclusive, já ganhou a sua versão de Fevereiro, damos o pontapé inicial na coluna FILME DA SEMANA, ainda estou moldando-a, mas a ideia e trazer sempre  a segunda-feira o filme que estreará na semana – aqui, no caso, na quinta-feira. Pode ser que ocorra de ter um ou mais filmes interessantes na mesma semana, então, teremos mais de um post, mas não todos na segunda e também pode acontecer de não ter nenhum, porém vou tentar destacar o mais interessante sempre.

Como estou começando hoje (sábado), não deu tempo de falar do primeira estreia do mês, então, exclusivamente essa semana, vamos falar do filme depois da sua estreia e segunda já está com o post pronto. A principal ideia da coluna Filme da semana é apresentar o filme sem grandes detalhes da trama ou uma crítica, talvez um ou outro comentário. Então, deixa de papo e vamos ao FILME DA SEMANA: A BRUXA

a-bruxa

O filme situa-se na Nova Inglaterra, década de 1630. O casal William e Katherine levam uma vida cristã com seus cinco filhos em uma comunidade extremamente religiosa, até serem expulsos do local por possuir uma fé diferente daquela permitida pelas autoridades. A família passa a residir num local isolado, à beira do bosque, sofrendo com a escassez de comida. Um dia, o bebê recém-nascido desaparece. Teria sido devorado por um lobo? Sequestrado por uma bruxa?

Bom, isso é sinopse, e já da aquela ideia de que o filme acontece no meio do nada e que é mais suspense que terror. E sinceramente, terror é um gênero que não rola mais, afinal é muito difícil ser imprevisível. Lidar com a atmosfera de suspense e pressão psicológica é muito mais interessante e têm resultados muito melhores. 

O trailer é aterrorizante e dá uma boa ideia da atmosfera do filme a Anya Taylor-Joy já tem aquela cara de nada de atriz de filme de terror que a merda vai sobrar pra ela e tirando a galera que fez sua participação em Game of Thrones, o tal Julian Richings é ninguém mais, ninguém menos do que A Morte, de Supernatural, tô ligado que a participação deve ser mínima no filme, mas é a A Morte! Merece até um gifzinho vai…

giphy

O diretor Robert Eggers levou o prêmio de melhor diretor no festival de filmes de Sudance, pelo filme A Bruxa, e promete ser a grande aposta do gênero para os próximos anos. O filme é estrelado por Anya Taylor-Joy (Atlantis), Ralph Ineson (Game of Thrones), Kate Dickie (Game of Thrones), Harvey Scrimshaw, Ellie Grainger, Lucas Dawson, Julian Richings (Supernatural), Bathsheba Garnett Wahab Chaudhry.

É isso aí meu povo, nos vemos na segunda! 🙂