Resconto #1 | Os Assassinatos da Rua Morgue, Edgar Allan Poe

Compartilhe
Agora é oficial! A primeira resenha de um conto aqui no Beco Nerd, que semana que vem está cheio de novidades e uma nova aparência também. Sejam bem vindos a mais novo coluna, se quer conhecê-la melhor, sugiro ler a nossa apresentação.
Publicado em abril de 1841 na Graham’s Magazine, o que é muito comum para contos e vocês perceberão isso com o passar do tempo, a revista tinha sua sede na Filadélfia e Poe trabalhava como editor no mesmo ano e Os Assassinatos da Rua Morgue foi o seu primeiro romance policial.
O conto é engenhoso, mas não chega a ser impressionante. Estamos na pele de C. Auguste Dupin, o detetive criado por Poe, eu reconheci dois traços muito familiares na personalidade de Dupin, e não fiquei surpreso em saber que ele é um predecessor do nosso amado Sherlock Holmes do Sir Conan Doyle e tem a mesma mania insuportável de falar em outros idiomas do Poirot da nossa querida Agatha Christie.
O mistério gira em torno de um homicídio duplo de uma mãe e filha, indubitavelmente sem solução a princípio, mas que é desvendado por Dupin em companhia de um fiel amigo (a ideia do Dr. Watson pode ter nascido aqui) que narra a história. O nosso conto em particular pode ser visto nos primeiros minutos de O Corvo (2012), estrelado por John Cusack e dirigido por James McTeigue.
Esse é o primeiro texto em anos que leio do tão aclamado E. A. Poe, outros virão. o/ E como a mainstream diz: Nevermore
Livro: Histórias Extraordinárias, Os Assassinatos da Rua Morgue